Renasceu na capital portuguesa uma nova praia que estava escondida desde o terramoto de 1755. A Câmara de Lisboa inaugurou sábado passado, o passeio ribeirinho da requalificada Avenida Ribeira das Naus, onde foi construída uma escadaria e recriada uma praia fluvial, entre o Terreiro do Paço e o Cais do Sodré.

Este passeio ribeirinho faz parte de uma primeira intervenção de requalificação da Avenida Ribeira das Naus (entre a zona poente do Terreiro do Paço e o Cais do Sodré), que incidiu no avanço da margem sobre o Tejo e, assim, permitiu a construção de uma escadaria ribeirinha e o acesso a uma praia, escondida desde o terramoto de 1755.

Image and video hosting by TinyPic

Depois desta intervenção, a Câmara de Lisboa vai iniciar as obras nos actuais terrenos da Marinha Portuguesa, fazendo a reposição da antiga Doca da Caldeirinha, recuperando a Doca Seca existente e construindo um novo jardim.

Segundo explica a autarquia, em comunicado, “a criação deste novo espaço público de fruição privilegia o peão no desfrute do espaço público e no contacto com o rio”. A Requalificação do Espaço Público da Ribeira das Naus, na Frente Ribeirinha da Baixa Pombalina, é um protejo financiado pelo QREN.